Home
Quem Somos Contato O Anel
-

segunda-feira, setembro 13, 2010

Suicida

Sempre abro a janela para sentir onde estou, gosto do vento que pra mim é o único.

E quando estou em hotel reparo que ele provoca uma especie de miragem: não acertamos se está frio ou quente lá fora.Só que em alguns hotéis a janela está fechada, como o do Ibis do Galeao no Rio de Janeiro. O quarto lacrado não me deixava descansar em paz. Liguei para a recepcao:

- Pode abrir as janelas, estou aflito?
- Sim, estou mandando um mensageiro.
- Mensageiro? Preciso de alguem que abra essa janela.

Demorou uma hora, e nenhum sinal em minha porta. Insisti, com receio de uma conspiração.

- Eu pedi para abrir as janelas...
- Sim, desculpa, estou mandando um mensageiro.

O cara chegou...
Ele veio com um cardápio para assinar.
- Não pedi nada para comer ou beber.
- O senhor não solicitou a abertura das janelas?
- Sim.
- Deve assinar aqui.
- Por quê?
- Para abrir a janela.
- Como?
- O senhor precisa se responsabilizar por abrir a janela.
- Mas eu não me responsabilizei por abrir a porta, por abrir a geladeira, por abrir as gavetas. Que isso?
- É norma do hotel. Abriremos as janelas com seu termo de anuência.

Rabisquei na linha em branco para encerrar o assunto. Nunca tinha pensado em suicídio até aquele momento.....kkkk.... Foi tanta solenidade que fiquei com vontade de me matar....kkk o mensageiro criou a fantasia mórbida.... com o ofício. Deu a ideia. Fomentou a imaginação. Agora sim.... estava aflito com as cortinas abertas. As alturas me chamavam pelo apelido, com inegável intimidade.....


Desci ao saguão disposto a respirar o térreo. Fugi imediatamente dali. Encontrei o Flavinho, amigo e musico, lendo jornal. Puxei papo para me distrair. Evidente que descrevi os últimos acontecimentos.

Mas ele ficou pálido, mais nervoso do que eu, envergonhado. Resmungou:

- Quando entrei no meu apartamento, as janelas estavam abertas. Não pediram minha autorização. Vou reclamar ao gerente, não é um convite ao suicídio, já é um assassinato.

Nenhum comentário: